COVID-19: SURGIMENTO E SITUAÇÃO ATUAL NO BRASIL

Por Agenor Gomes Neto - março 29, 2020



Em dezembro de 2019 houveram vários casos de pneumonia na China. As investigações demostraram que foi causado por um vírus até então desconhecido, chamado inicialmente de novo Coronavírus 2019 (2019 n-Cov).

O Coronavírus consiste em um grupo de vírus de material genético constituído de RNA, envolvido por um envelope do qual há presença de proteínas (protein spikes) que lhes confere a aparência de uma coroa. Coroa em latim é denominado de Corona, por este motivo os vírus são chamados assim.

Existem diferentes tipos de Coronavírus que causam sintomas respiratórios e às vezes gastrointestinais. As doenças respiratórias podem ser desde um resfriado comum até uma pneumonia e na maioria das pessoas esses sintomas tendem a ser leves. No entanto, existem alguns tipos de Coronavírus que podem causar doenças graves.

A síndrome respiratória aguda grave por Coronavírus (SARS-Cov) – identificada pela primeira vez na china em 2003 – e a síndrome respiratória do Oriente Médio por Coronavírus (MERS-Cov) – identificada pela primeira vez em 2012 na Arábia Saudita, são exemplos.

O novo Coronavírus de 2019 foi identificado pela primeira vez na China, na cidade de Wuhan, inicialmente em um grupo de pessoas com pneumonia que tinham sido associados com a manipulação ou consumo de frutos do mar e com mercado de animais vivos na cidade Wuhan.

Desde então a doença se espalhou daqueles que estavam doentes para outros, incluindo familiares e profissionais da saúde. A doença se propagou na China e também para outros países, causando assim uma pandemia.

A origem do novo Coronavírus ainda não foi confirmada. Apenas sabe-se que eles circulam em uma variedade de animais e podem saltar para os seres humanos, fato chamado de transbordamento ou de Spillover, e pode ocorrer devido a diversos fatores, como mutações do vírus ou aumento de contato entre humanos e animais. Como exemplo, o MERS-Cov é conhecido por ser transmitido a partir de camelos e SARS de gatos Civeta.

O Nome COVID-19 (doença causada pelo novo Coronavírus), foi definido pela Organização de Saúde para descrever a doença. Já SARS-CoV-2 (Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2) descreve nome do novo Coronavírus identificado como agente etiológico da doença. Então, o COVID-19 é uma doença infecciosa causada pelo novo Coronavírus, o SARS-CoV-2.

A maioria das pessoas infectadas com o vírus COVID-19 apresentará doença respiratória leve a moderada e se recuperará sem a necessidade de tratamento especial. Os idosos e aqueles com problemas médicos subjacentes, como doenças cardiovasculares, diabetes, doenças respiratórias crônicas e câncer, têm mais probabilidade de desenvolver doenças graves. Mas isso não descarta que crianças e jovens não venham apresentar formas graves da doença e necessitar de cuidados médicos.

O vírus é transmitido principalmente por gotículas de saliva ou secreção nasal quando uma pessoa infectada tosse ou espirra. Uma característica importante desse novo vírus é que a taxa de transmissão é maior, por isso o número de casos pode aumentar rapidamente.

A taxa de mortalidade ainda não está bem esclarecida. No entanto, em pessoas a partir de 70 anos, a taxa é 3 a 4 vezes maior que a média.

Em diversos países como China e Itália o vírus infectou centenas de pessoas com um número alto de óbitos. No Brasil, o primeiro caso notificado foi no final de fevereiro e desde então novos casos vem surgindo.

Até ontem, 28 de março de 2020, o ministério da saúde informou que há 3.904 casos confirmados de pessoas com COVID-19 e 114 óbitos, com taxa de mortalidade 2,8%. Todos os estados brasileiros foram afetados e em torno do dia 17 de março o número de casos vem aumentando incessantemente como demonstrado na figura abaixo.

Segundo a Nota Técnica 2 – emitida pelo Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (Nois), já ocorreram mais de 400 mil casos no mundo e 19 mil mortes e estima-se que o brasil apresente de 3555 casos (cenário otimista) a 11548 casos (cenário pessimista).

Figura 1: casos confirmados de COVID-19 segundo MS


Siga nossas redes | Instagram | Facebok |


Referências/fonte
BATISTA, A. et al. Inteligência computacional aplicada à predição da evolução da COVID-19 e ao dimensionamento de recursos hospitalares. Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (NOIS). 2020. https://jornal.usp.br/wp-content/uploads/2020/03/nota_tecnica_covid.pdf
LI, Q. et al. Early Transmission Dynamics in Wuhan, China, of Novel Coronavirus–Infected Pneumonia. The New England Journal of Medicine. 2020. http://doi.org/10.1056/NEJMoa2001316
ZHU, N. et al. A Novel Coronavirus from Patients with Pneumonia in China, 2019. The New England Journal of Medicine. 2020. http://doi.org/10.1056/NEJMoa2001017
WHO. World Health Organization. Coronavirus. 2020. https://www.who.int/health-topics/coronavirus#tab=tab_1

  • Compartilhe:

VEJA TAMBÉM

0 comentários