Notícias de Última Hora

FISIOLOGIA DO SISTEMA DIGESTÓRIO


O Sistema Digestório é responsável por digerir os alimentos e, a partir disso, realizar um abastecimento contínuo de água, eletrólitos e nutrientes para todo o nosso organismo. Também chamado de tubo digestório ou ainda sistema gastrointestinal, é composto por: boca, faringe, esôfago, intestinos delgado e grosso, reto e ânus. Outras estruturas que também participam do processo de digestão são as glândulas salivares, fígado, vesícula biliar e pâncreas.

Boca
A boca é formada anatomicamente pelos dentes, bochechas, palatos duro e mole, língua e úvula. A principal função da boca é realizar a mastigação, onde se dá o início do processo de digestão mecânica e química dos alimentos. Os dentes cortam e trituram os alimentos formando o bolo alimentar que é umedecido pela saliva, onde é secretada das glândulas salivares. Na saliva contém a amilase salivar que inicia a quebra das moléculas de carboidratos. A língua movimenta e empurra voluntariamente o alimento para a faringe e posterior ao esôfago.

Faringe
É uma cavidade tubular que se estende da cavidade nasal até a a laringe e ao esôfago. Ela permite a passagem involuntária do alimento da boca para o esôfago.

Esôfago
É um tubo estreito localizado posterior a traqueia que se estende da faringe até o estômago medindo cerca de 25 cm. Ele permite a passagem do bolo alimentar da boca até o interior do estômago.

O relaxamento do esfíncter esofagiano superior (na parte inicial no esôfago) e, do esfíncter esofagiano inferior (na região da cárdia localizado no estômago),  permitem que o bolo alimentar seja transportado através de movimentos peristálticos que são controlados pelo sistema nervoso autônomo, ou seja, são movimentos involuntários.

Estômago
É o segmento mais dilatado no tubo digestório. Está situado no quadrante superior esquerdo do abdome, abaixo do diafragma e coberto parcialmente pelas costelas. Dividido em Cárdia, Fundo, Corpo e Piloro.

 Cárdia - localizado na curvatura menor formando o orifício esofágico permitindo a a transição de alimentos.

  Fundo - faz a junção do esôfago com o estômago logo após a cárdia.

  Corpo - a grande porção que recebe os alimentos.

  Piloro - parte final do estômago que faz conexão com o intestino delgado.

O estômago é uma bolsa que tem a função de armazenar o alimento e secretar o suco gástrico que é composto por Ácido clorídrico, pepsinogênio e água. O suco gástrico faz a redução e a quebra de macromoléculas em micromoléculas afim de serem absorvidas posteriormente formando o quimo.

Na parede interna do estômago há inúmeras pregas que facilitam a mistura do quimo que logo será transportada para o intestino delgado. O esfíncter pilórico regula a passagem do quimo para o intestino.

O volume diário de secreção gástrica é em torno de 1 litro. A secreção de ácido clorídrico torna o pH do estômago muito baixo promovendo a ativação do pepsinogênio em pepsina que desnatura as proteínas num pH abaixo de 5. O pH ácido desativa a amilase salivar onde desativa a quebra de carboidratos no estômago. A completa digestão de moléculas ocorrerá com a chegada do quimo ao intestino.

Intestino delgado
É uma estrutura que se estende do piloro até a valva íleocecal no intestino grosso medindo cerca de 5 a 8 metros, e está localizada no abdome. É dividido em 3 porções: Duodeno, Jejuno e íleo. Essa estrutura tem como função completar a digestão do quimo e realizar o início da absorção com a ajuda das pregas circulares, que contém as microvilosidades e rica vascularização na sua parte interior. Através do peristaltismo, o quimo chega até o intestino grosso.

  Duodeno - O duodeno mede cerca de 32 cm e é onde acontece a ação do suco pancreático secretada pelo pâncreas através da Ampola de Vater, realizando a hidrólise de carboidratos, proteínas, gorduras e ácidos nucleicos. Nesta porção acontece a atuação da bile secretada pela vesícula biliar fazendo a emulsificação de gorduras.

  Jejuno - Mede cerca de 250 cm, e é a continuação do duodeno. É onde ocorre a maior parte da digestão pela ação das enzimas pancreáticas em pH básico, pois estas somente realizam sua função quando o quimo ácido é basificado pela bile. A presença de milhões de microvilosidades permite a aborção das substâncias digeridas, ou seja, das moléculas menores sendo diretamente transportadas ao fígado pela veia porta a serem metabolizados, exceto os lipídios que são metabolizados no sistema linfático. 

  Íleo - Mede cerca de 310 cm e é a continuação do jejuno. Ele recebe o quimo junto com as secreções do pâncreas e leva o quimo até o intestino grosso através da valva ileocecal para formar o quilo (o bolo fecal).

Intestino Grosso 
É mais espesso que o intestino delgado e apresenta saculações, está localizado também no abdome. Estende-se da valva ileocecal até o ânus. É divido em Ceco, Colons (ascendente, transverso, descendente e sigmoide), Reto e Ânus. Nela está o apêndice vermiforme uma estrutura tubular rica em tecido linfoide. 

Nesta porção do tubo digestório, acontece a desidratação do quimo, acontecendo a formação do quilo. O intestino absorve a água e íons do material que não foi digerido e sobras do que não foi absorvido. A evacuação acontece eliminando o bolo fecal (fezes), através do reto e da abertura externa chamada de ânus.

A Regulação do Sistema
O sistema digestório é regulado através do Sistema Nervoso Autônomo que inerva o esôfago, estômago, pâncreas, intestino delgado e a porção inicial do intestino grosso. 

Ele realiza o peristaltismo -  onde fará com que o alimento percorra todo o sistema - e induz a secreções de hormônios que são responsáveis por induzir a secreção de substâncias permitindo assim a digestão e a absorção dos nutrientes.

Finalizando
É través do sistema digestório que nosso corpo se mantem nutrido e em perfeita saúde. É essencial que ele receba os alimentos em quantidade e hora certa e também que sejam alimentos saudáveis e ricos em nutrientes para que o metabolismo ocorra corretamente.




Referências/fonte
GUYTON, A.C.; HALL, J.E. Tratado de Fisiologia Médica. 11 ed. 2006.
Créditos das imagens/Pixabay

Nenhum comentário