ÁCIDOS E BASES

Por Unknown - abril 24, 2015

As vezes nos referimos a uma fruta como ácida; utilizamos produtos básicos, como soda cáustica, para desentupir pias; utilizamos produtos de limpeza à base de amônia para remover gorduras do fogão; tomamos bicarbonato de sódio quando estamos com acidez estomacal excessiva; falamos da chuva ácida entre outros. Mas você o que é ácido e base? 

A classificação inicial dos ácidos e bases foi feita a partir do sabor. A palavra ácido é de origem latina (acidus) e significa ‘azedo’. Foi originalmente usada para descrever o comportamento de certas substâncias com relação do sabor azedo, por apresentarem ácido acético e ácido cítrico. As bases ou álcalis (a palavra álcali vem do árabe al-kali e significa ‘cinzas de uma planta’) são adstringentes, isto é, ‘amarram a boca’. Inicialmente o nome era atribuído ao carbonato de potássio obtido da queima de plantas.



Mas quimicamente as definições de ácidos e bases segundo Arrhenius diz que um ácido é toda substância que, quando dissolvida em água, fornece o cátion hidrogênio H+, e base, toda substância que, quando dissolvida em água, fornece ânion hidróxido OH-. Segundo Bronsted Lowry, ácido é uma espécie química capaz de transferir o próton H+, e base é uma espécie química capaz de retirar prótons H+ de outra espécie. Lewis diz que, ácido é uma espécie química capaz de receber um par de elétrons para compartilhar, e base, capaz de fornecer um par de elétrons para ser compartilhado.


As reações de neutralização servem como um procedimento de análise chamado de titulação ácido-base. Esse procedimento é usado para determinar a concentração desconhecida em um ácido por meio da concentração conhecida (solução padrão) de uma base. 


Provavelmente, a maneira mais antiga de se identificar um ácido tenha sido por meio de seu sabor azedo. Se por um lado essa é uma maneira fácil de se identificar a presença de ácidos nos alimentos, por outro não é o melhor método. Algumas substâncias apresentam acidez tão intensa que são capazes de “destruir” a pele e outros tecidos orgânicos, causando grandes ferimentos. Portanto, nunca teste um ácido pelo sabor. A maneira mais fácil de se identificar um ácido ou uma base é utilizando um indicador, como por exemplo, o papel tornassol. Indicador é toda substância que, dependendo do meio em que se encontra, pode mudar de cor.

O papel tornassol é um tipo especial de papel desenvolvido semelhante ao que acompanha o indicador universal, mas não possui tabela de comparação, pois seus resultados possíveis são apenas dois, sendo róseo para substancia ácida e vermelho para substancia básica, não sendo capaz de indicar o valor numérico do pH da substancia. Há também a fenolftaleína, um indicador liquido, que quando adicionada em meio alcalino (básico) se torna rosa carmim, ou se a substancia for de natureza ácida ou neutra ela permanece incolor a substancia.





Referências/fonte:
MAIA, Daltamir Justino; BIANCHI. J.C. de Azambuja.  Química geral: Fundamentos. São Paulo: Pearson, 2007. cap. 5, p. 118-121.
BIANCHI, José C. ET AL. Universo da Química 1. ed. São Paulo: FTD. 2005. cap. 6, p. 208-209.
USBERCO, João; SALVADOR, Edgard. Química: Química geral. 14. ed. São Paulo: Saraiva. 2005. cap. 22, p. 311-325.
BRADY, James E.; HUMISTON, Gerard E. Química geral. 2. ed. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora. 1986. cap. 14. p. 520-521.
BARBOSA, Luiz Cláudio de Almeida. Introdução à química orgânica. 1. ed. São Paulo: Roger Triner. 2004. cap. 1 p. 24-30.
Indicadores de pH. Disponível em: < http://www.infoescola.com/quimica/indicadores-de-ph/>. 

  • Compartilhe:

VEJA TAMBÉM

0 comentários